Sinopse #AOS Treinamento de força para crianças e adolescentes

Sinopse #AOS Treinamento de força para crianças e adolescentes

Por muitos anos, diversos profissionais da área da saúde deixaram de recomendar ou até proibiram a prática de musculação para crianças e adolescentes.  Acreditava-se que este tipo de treinamento seria perigoso e prejudicial para o desenvolvimento. Com o substancial avanço dos estudos científicos na área nas últimas décadas, ficou evidente que tais justificativas eram, no mínimo, equivocadas.

Primeiro, vamos analisar os potenciais riscos da musculação nesta população. Assim como em qualquer atividade esportiva, há algum risco inerente, é claro. Porém, as evidências apontam que a chance de uma criança sofrer alguma lesão musculoesquelética é menor quando comparada com outros esportes mais populares, como o futebol. Além disso, a maior prevalência de lesões ocorrem em mãos e pés. Curiosamente, olhando mais a fundo, observamos que essas lesões estão relacionadas a acidentes. Sabe-se que essa faixa etária é mais desatenta, o que aumenta o risco da criança deixar um peso cair no  pé, por exemplo.

Portanto, contrário ao que se pensava antigamente, lesões crônicas ocorridas pelo treinamento em si são raras e, atualmente, estudos recomendam a musculação no intuito de reduzir as chances de lesões e até aumentar o rendimento em outros esportes. Podemos citar ainda, outros importantes benefícios da musculação para crianças e adolescentes: aumento acentuado da força e resistência muscular, da composição corporal, diminuição da adiposidade central e redução de marcadores séricos relacionados a doenças metabólicas como leptina, colesterol total, LDL, triglicérides, além de melhora na sensibilidade insulínica e até normalização da disfunção vascular em adolescentes obesos.

Dessa forma, desde que realizada em um ambiente seguro, devidamente orientada e supervisionada por um profissional de Educação Física qualificado, a musculação pode e deve ser recomendada pelos profissionais da saúde sendo mais uma importante ferramenta no desenvolvimento e melhora da saúde de crianças e adolescentes.

Se você deseja trabalhar com esta população ou simplesmente ampliar os conhecimentos acerca deste tema não pode deixar de assistir a ótima aula (clique aqui) do Prof. André Teixeira na nossa AOS.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.