Highlights do 3º International Congress of Physical Activity and Public Health

3º International Congress of Physical Activity and Public Health

29 pesquisadores brasileiros presentes
1100 Inscritos de 60 países
573 Trabalhos apresentados entre orais e pôsters

Congresso foi constituído de 5 sub-temas, que se desenvolveram simultaneamente:

1) Physical Activity and Health
2) Physical Activity Interventions
3) Surveillance and Public Policy
4) Community and Public Health Promotion
5) Free Communications

O congresso abordou temas desde novas tecnologias em medidas de Atividade Física (AF) até estratégias para melhoria das políticas públicas em promoção de AF. Além de pesquisadores, estudantes e profissionais de todo mundo, muitos secretários municipais e estaduais de saúde de diversos países. O Ministério da Saúde brasileiro também mandou representante, Deborah Maltada Coordenação Geral de Doenças e Agravos não Transmissíveis, Secretaria de Vigilância em Saúde.

Uma das mesas sobre Physical Activity Interventions foi conduzida somente por pesquisadores brasileiros: Pedro Hallal, Markus Nahas, Rodrigo Reis e Mauro Gomes de Barros. Mediada por Michael Pratt (CDC) que é um grande colaborador dos pesquisadores brasileiros, teve como tema: Physical Activity Promotion in Low and Middle – Income Settings: lessons from Brazil.

O 1o Congresso Internacional foi organizado pelo US Centers for Disease Control em 2006 e o 2o Congresso foi realizado Amsterdam em 2008. O 4o Congresso será sediado em Sydney Australia em 2012.

Os palestrantes-chave:

Dr. George Davey Smith: Professor and Head, Epedemiology Division, University of Bristol, UK
Dr. William Leonard: Professor and Chair, Dept. of Anthropology, Northwestern University, USA
Dr. James Levine: Professor of Medicine, Mayo Clinic, USA
Dr. Jo Salmon: Associate Professor, School of Exercise and Nutrition Sciences, Deakin University, Australia

O objetivo do Congresso foi prover um fórum científico o qual pesquisadores do mundo todo pudessem se reunir e discutir as evidências que contribuem para promoção de AF regular. Foi dada ênfase na identificação de áreas de científicas de interesse dos promotores de programas e políticas públicas em AF. Em particular identificação de determinantes e fatores associados a AF.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.